Participamos do Congresso de Investimentos Corporativos em Florestas e Biodiversidade em Londres

8 de outubro de 2023

O Congresso de Investimentos Corporativos em Florestas e Biodiversidade reuniu um grande número de stakeholders comprometidos com a realização de investimentos na natureza para enfrentar as crises inter-relacionadas do clima e da biodiversidade.

O diretor da Carbon2Nature, Miguel Angel García Tamargo, participou de vários painéis salientando o valor intangível que o investimento em capital natural gera para as empresas e que vai muito além dos créditos de carbono.

O Congresso de Investimentos Corporativos em Florestas e Biodiversidade, realizado nos dias 4 e 5 de outubro em Londres, destacou a urgência de abordar nossa relação insustentável com a natureza e de canalizar recursos para sua conservação e recuperação.

A partir desse princípio, foi promovido um painel organizado pela Carbon2Nature, com a participação de seu diretor, Miguel Angel García Tamargo, juntamente com Alexis Leroy, CEO da ALLCOT e Ousmane Fall Sarr, Coordenador da Aliança da África Ocidental sobre Mercados de Carbono.

Fiel ao seu título “A rentabilidade das soluções baseadas na natureza que vão além dos mercados de carbono“, foi destacada a necessidade de promover incentivos e modelos de investimento inovadores em capital natural com o objetivo de atrair financiamento e experiência do setor privado e que isso repercuta no valor da empresa.

Em sua segunda participação, Miguel Angel García Tamargo fez parte do painel “Financiamento de projetos”. O diretor da Carbon2Nature explicou as oportunidades e as barreiras que podem surgir ao se realizar um projeto e, ao mesmo tempo, abordou as soluções para uma boa gestão dos riscos.

Também foram tratados os princípios de qualidade que devem reger este tipo de atuação, cujo sucesso de longo prazo está diretamente relacionado com as comunidades locais onde os projetos são desenvolvidos. Estas devem compartilhar seus benefícios, mostrando um alto grau de interação e apoio aos projetos. Éstas deben ser partícipes de sus beneficios mostrando un alto grado de interacción y apoyo hacia los proyectos.

Também foram tratados os princípios de qualidade que devem reger este tipo de atuação, cujo sucesso de longo prazo está diretamente relacionado com as comunidades locais onde os projetos são desenvolvidos. Estas devem compartilhar seus benefícios, mostrando um alto grau de interação e apoio aos projetos.Sem deixar de lado a importância do progresso metodológico e tecnológico em termos de medição e monitoramento da eficácia dos projetos. Por esse motivo, foram apresentadas no congresso várias iniciativas e ferramentas inovadoras que contribuem para aumentar a confiança dos investidores nos projetos.

Gostaria de estar por dentro de todos os tópicos que foram discutidos no congresso? Convidamos você a assisti-lo clicando no seguinte link: On Demand | CE Media (ce-em.com)